Performancing Metrics

SBN: agora pagamentos também por boleto bancário !

FATO RELEVANTE

Com satisfação, a atual Diretoria da SBN vem divulgar aos seus sócios que, a partir de agora, os diversos pagamentos devidos à entidade por seus membros (quitação de anuidades, taxas de inscrição em cursos, custos de publicação de artigo em Nematoda etc.) poderão ser feitos – além da empresa PayPal – também através de boleto bancário. Confira na imagem abaixo um dos primeiros boletos já gerados para pagamento de anuidade por sócio.

Como para a geração dos boletos será necessário acesso à conta-corrente da SBN no Banco Bradesco, por questões de segurança, isso será feito pela Tesouraria da entidade e eles – os boletos – serão emitidos e depois enviados por e-mail ao interessado, já prontos para pagamento.

Para ter acesso e fazer download do formulário de emissão de boleto da SBN e a outros informes sobre essa nova alternativa para pagamentos, via boleto bancário, clique aqui ! !

Para saber como continuar a realizar pagamentos através do serviço oferecido pela empresa PayPal, clique aqui !

Drops nematológicos: lançamentos e visitante na Aprosmat

Divulgamos dois lançamentos recentes para a ciência dos usuários do site, adeptos da Nematologia. Um livro infantil chamado “Bob, the worm”, de autoria de Hillel Schwartz, apresentado na forma de e-book, tratando do ciclo de vida de um nematoide entomopatogênico; realmente inovadora a ideia e a evidenciar o interesse atual do público em geral pelos nematoides, em particular aqueles envolvidos no controle biológico. Confira abaixo – como postado no YouTube e em resolução bem menor que a do produto comercializado – uma prévia dessa boa novidade !

Outra boa notícia é a publicação do primeiro artigo original no volume 4 do periódico Nematoda, de autoria de Anália Arêdes e cols., “Studies on the interaction between tropical nematophagous fungi and entomopathogenic nematodes (Rhabditida) under laboratory conditions”, em que foram investigadas as relações entre fungos nematófagos e NEPs sob condições de laboratório, aspecto relevante e ainda pouco estudado a ser considerado em termos do emprego do biocontrole de insetos-praga por tal grupo de nematoides.  

Por fim, ilustramos aqui visita de cortesia realizada na última semana pelo colega Claudio Marcelo G. de Oliveira (IB-Campinas) às instalações da empresa APROSMAT, em Rondonópolis, a convite da responsável técnica pela área de Nematologia, Tania F. Silveira. Nas fotos abaixo, ambos aparecem junto a membros do staff de Tania ciceroneando o visitante no laboratório de análises e em uma das casas de vegetação da APROSMAT, em que experimentos de diversos tipos são conduzidos. É, os nematologistas não param … 

Chave para identificação de espécies de Helicotylenchus !

Os nematologistas – profissionais e estudantes – estão acostumados a observar espécimes do gênero Helicotylenchus em suas preparações laboratoriais após o processamento de amostras de solo e de raízes. São formas frequentes tanto em ambientes pouco perturbados pelo homem como em áreas utilizadas para produção agrícola. Quanto à taxonomia, trata-se de grupo complexo, com mais de 200 espécies descritas hoje tidas como válidas. Algumas, como H. multicinctus, H. dihystera, H. pseudorobustus, entre outras, já são mais conhecidas dos fitonematologistas. No geral, todavia, a identificação específica é considerada tarefa difícil e que requer literatura auxiliar para ser executada.

Buscando tornar menos trabalhosa, árdua, quase apavorante tal atividade,  elaboramos publicação que funciona como chave –  adaptada e ilustrada – para a classificação de Helicotylenchus ao nível de espécie pelo método clássico, baseado na morfologia e morfometria das fêmeas. Essa publicação, na forma de arquivo PDF (= 7 Mb), ficará inserida no serviço Clique e Aprenda deste site, para consulta ou download. O material consiste de lista nominal das espécies (n = 230) válidas conhecidas até 2015, além de tabela com dados morfológicos/ morfométricos e, por fim, de figuras esquemáticas ilustrativas das regiões anterior e posterior de cada uma delas ! Para melhor leitura/visualização na tela do computador, será conveniente ajustar o zoom ao seu gosto pessoal e, numa única página (a primeira da tabela), girá-la em 90° no sentido horário. Por ora, para acessar/salvar o PDF com a chave, bastará clicar aqui ! Aproveite !