Performancing Metrics

Embrapa detecta e orienta sobre NCS no Centro-Sul de MS

Heterodera glycines no Centro-Sul do MS

   

O nematoide de cisto da soja (NCS), Heterodera glycines, é um dos principais problemas para a cultura no Brasil e no mundo. Em janeiro de 2011, pela primeira vez foi detectada a presença do NCS na região Centro-Sul de Mato Grosso do Sul (MS). Uma amostra de solo de uma propriedade rural do município de Amambaí foi levada ao Laboratório de Nematologia da Embrapa Agropecuária Oeste, e, após a análise, confirmou-se a presença do nematoide.

“Fizemos várias buscas durante quase vinte anos e nunca havíamos detectado até a chegada dessa amostra. Fomos à região para fazer a verificação e constatamos efetivamente a presença do nematoide na propriedade em Amambaí”, diz o pesquisador em nematologia vegetal e chefe adjunto de Pesquisa & Desenvolvimento (P&D), Dr. Guilherme Lafourcade Asmus.

No Brasil, a ocorrência do NCS foi registrada na safra 1991/92 e espalhou-se pela região produtora: Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Maranhão e Bahia, exceto na região Centro-Sul de Mato Grosso do Sul. Quando a cultura da soja é atacada pelo NCS, há subdesenvolvimento das plantas e intenso amarelecimento foliar. Outro sintoma é a deficiência de manganês.

Segundo Asmus, não existe variedade de soja resistente à raça 4 de NCS, que foi a detectada na região (no Brasil, ocorrem onze raças), mas “comparado ao que ocorre no norte e no nordeste de Mato Grosso do Sul, os sintomas observados em Amambaí são menos intensos, assemelhando-se aos que são observados no oeste do Paraná”.

Com a finalidade de alertar os agentes da assistência técnica da região, o chefe de P&D realizou uma palestra no dia 12 de setembro de 2011, em Amambaí, na Associação Comercial local. O objetivo foi o de orientar e apresentar medidas preventivas, como o controle de uso dos implementos agrícolas e acesso restrito de pessoas na área infestada, para que a praga não se alastre. Além disso, existem medidas de manejo para o local onde se detectou o nematoide e para outras eventuais áreas: rotação de culturas com espécies não hospedeiras, como cana-de-açúcar, sorgo, milho e gramíneas forrageiras.

{Sílvia Zoche Borges – Jornal Agrosoft}

Homepage SBN

Categoria: Brazil  Tags: , ,
Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*