Performancing Metrics

Dr. Romeu Kiihl: novas e merecidas homenagens

Romeu Kiihl é agora o ‘desbravador da soja no cerrado’  

Peça-chave durante a década de 1990 no desenvolvimento de cultivares nacionais resistentes ao nematoide de cisto da soja, Heterodera glycines, que possibilitaram o estabelecimento de estratégias eficientes de manejo desse terrível fitoparasita, o Dr. Romeu Kiihl (ex-Embrapa Soja, hoje na Tropical Melhoramento & Genética) continua o seu extraordinário trabalho como pesquisador dedicado ao melhoramento da soja e, em função disso, a receber novas, merecidas e bem recentes homenagens.

O título de “Pai da soja no Brasil” ele já tinha. Agora ele tem mais duas indicações: o de “pioneiro da agropecuária do Brasil” e o de “desbravador da soja no Cerrado”. Tais reconhecimentos são do cientista Dr. Romeu Afonso de Souza Kiihl, que se dedica há vários anos ao melhoramento genético de soja.

Um dos primeiros feitos dele foi desenvolver cultivares de soja adaptadas à região do Cerrado, onde as terras eram consideradas inadequadas para a agricultura. O Dr. Romeu Kiihl quebrou paradigmas ao unir tecnologia com sua aptidão de melhorista. Daí para se chegar às cultivares com características que atendessem às necessidades dos produtores do Cerrado foi um grande passo.

O resultado do trabalho liderado pelo pesquisador foi a transformação de terras inaptas em celeiro do mundo. Tanto é que o Brasil é hoje o segundo maior produtor de soja no mundo. O sojicultor tem disponível cultivares cada vez mais produtivas e com excelente performance no campo. O trabalho do Dr. Kiihl revolucionou a agricultura no Brasil. Todas as lavouras de soja no Brasil são fontes de alimentos para o mundo.

Atualmente, o cientista é Diretor Científico e Melhorista de Germoplasma da Tropical Melhoramento & Genética (TMG), empresa parceira no desenvolvimento de cultivares de soja da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT). Ele começou suas pesquisas nos anos 1960 no Instituto Agronômico de Campinas (IAC), logo após a conclusão do curso de Agronomia da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq). O mestrado e o doutorado ele fez na Mississipi State University. O Dr. Romeu Kiihl atuou também no Instituto Agronômico do Estado do Paraná (Iapar) e na Embrapa Soja.

O trabalho do cientista já foi reconhecido por diversas entidades. Uma das honrarias foi admitida pela Ordem Nacional do Mérito Científico, pela qual o Dr. Kiihl recebeu o título de Comendador na área de Ciências Agrárias, uma das importantes honras do meio científico brasileiro. Os dois recentes reconhecimentos ao trabalho do pesquisador foram feitos pela revista Veja na edição 2232, na qual foram indicados os 50 brasileiros que mudaram a regra do jogo e ajudaram a criar um novo mundo. Eles contam a história dessas 50 pessoas, cujas ideias, inventos e aperfeiçoamentos resultaram em grandes passos nas diversas áreas de atuação. Dos quatro pioneiros da agropecuária brasileira relatados na reportagem, um deles é o Dr. Romeu Kiihl.

{Fonte: Minha Rural Centro}                                                                        Homepage SBN

Categoria: Brazil  Tags: , ,
Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Uma Resposta
  1. José Carlos Kiihl disse:

    Este seria um ótimo candidato ao Premio Nobel da Paz. Norman Borlaugh em 1970 venceu o Nobel tendo feito muito menos que o Dr. Romeu para erradicar a fome no mundo.

Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*