Performancing Metrics

Nematoide do vinagre: caçador e caça, vilão e vítima !

   

O chamado “nematoide do vinagre”, Turbatrix aceti (Muller) Peters, como uma moeda, tem duas faces: a de “caçador”, quando se alimenta avidamente de bactérias, e a de “caça”, quando se transforma no alvo da voracidade de certos peixes criados por aquaristas diletantes. Quer entender melhor essa estória, então continue a ler o texto.

Conhecido desde o século 17, esse nematoide de vida livre alimenta-se usualmente de bactérias essenciais à fermentação do vinagre. Ele é levado até os depósitos de vinagre nas indústrias por minúsculas moscas do gênero Drosophila, que são atraídas pelo marcante aroma do ácido acético. Multiplicando-se intensamente às custas das bactérias, causa perdas por vezes significantes nas indústrias de vinagre, picles e outros produtos que contêm ácido acético, alterando-lhes (negativamente) a viscosidade, a aparência e as propriedades organolépticas. Vive aqui as condições de “caçador” e de “vilão”.

No Brasil, um raro relato a seu respeito teve lugar em Pernambuco há poucos anos, onde foi determinado como o causador da total perda de qualidade de um lote de caixas contendo garrafas de vinagre de vinho adquirido por um empresário visando futura comercialização. A detecção do nematoide em análise laboratorial tornou-se, então, instrumento a ser usado para embasar uma contestação de compra.  

Por outro lado, esse mesmo nematoide pode ser criado com relativa facilidade e, após atingir altas populações, ser oferecido como alimento a alevinos de peixes do tipo beta (e outros), apreciados por aquaristas. Os nematoides sobrevivem bem em água doce, por períodos relativamente longos e sem se alimentar, mas não se reproduzem nesse ambiente. Como se movimentam vivamente (veja no vídeo anexo), tornam-se alvos da voracidade dos alevinos, que se fartam deles. Neste caso, assumem as condições de “caça” e de “vítima”. That’s life!!!   (foto disponibilizada na Internet por labbioeducacaoambiental.blogspot.com)

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*