Performancing Metrics

Nem as piranhas escapam dos nematoides !

Trabalho recente publicado na Systematic Parasitology (v. 83: 137-144, 2012), de autoria de Melissa Cárdenas (Instituto Oswaldo Cruz/RJ) e colaboradores, traz a descrição de uma nova espécie de nematoide zooparasita encontrada atacando a piranha-caju (foto acima), Pygocentrus nattereri (ou “red piranha”, em inglês), em rios da Amazônia brasileira. Nomeada Philometra nattereri, essa espécie foi encontrada parasitando o globo ocular e cavidade nasal de vários exemplares da piranha-caju amostrados durante o estudo. Apenas fêmeas, e não machos, foram obtidas e descritas (imagem ao lado). Em média, de um a três nematoides foram extraídos de cada peixe atacado. É o primeiro relato de zooparasitismo de peixes da família Characidae por espécie do gênero Philometra. Como se vê, nem as ágeis, vorazes e tão temidas piranhas, mesmo em seu ambiente natural, conseguem escapar ao ataque dessas incríveis criaturas chamadas nematoides !   

 

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Uma Resposta
  1. Guilherme L. Asmus disse:

    Muito interessante. Enviei o link para a colega que trabalha com sanidade de organismos aquáticos aqui da Embrapa Agropecuária Oeste (afastada por motivos de saúde), que respondeu o seguinte:

    “Realmente, os peixes são muito ricos em parasitos. Não conseguimos dar conta de identificar todos. Nas piranhas e traíras da nossa região e MT foram identificadas espécies de nematóides do gênero Eustrongylides pelo Prof. Luciano Barros. Algumas dessas espécies ficam encistadas na musculatura e tem potencial zoonótico.
    Em nossas coletas, já encontramos alguns nematóides em cavidade de Surubins e peixes redondos. Na tuvira, já encontramos algumas enormes encistada na musculatura, estão todos guardados para identificação.
    Por isso, tenho receio de comer peixe cru.”

Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*