Performancing Metrics

Cresce importância dos nematoides em algodão no MT !

Nematoide de galha em planta do algodão  (Foto: Rafael Galbieri/IMAmt)Uma recente pesquisa do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) revela que a incidência de nematoides na cultura do algodão tem aumentado ao longo das safras. Se há 11 anos chegava a 5% de plantas com galhas nas lavouras, agora passou para 23%, associado ainda com outras doenças. De acordo com a entidade, a maior concentração de áreas seriamente atacadas está ocorrendo nas regiões Centro Leste e Centro do Estado.

Os dados do trabalho conduzido pelo fitopatologista Rafael Galbieri, do IMAmt, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), com apoio financeiro do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), serão apresentados no próximo sábado (21) em Campo Verde, durante Dia de Campo na Fazenda Dourada. O levantamento demonstra também que há grande relação entre a incidência de nematoides e a textura de solo. “Em texturas mais leves, os problemas com os parasitas são consideravelmente superiores”, afirma Galbieri. Para o pesquisador, medidas integradas de manejo de nematoide, que levem em consideração características físicas e químicas de solo, são necessárias e recomendadas para combater, ou pelo menos, conter o problema em Mato Grosso.

Durante o Dia de Campo os pesquisadores e produtores rurais vão discutir a incidência do problema nas lavouras, além de

conhecerem novas cultivares de algodão. De acordo com o Instituto, a programação do evento inclui várias estações com foco no lançamento de novas cultivares, monitoramento de plantas daninhas, uso de marcadores moleculares, controle biológico, manejo de pragas no sistema produtivo de Mato Grosso, entre outros temas. A Fazenda Lagoa Dourada, em Campo Verde, está localizada na BR-070, quilômetro 348 + 15 quilômetros, no sentido Campo Verde – Primavera do Leste. (Fonte: Globo Rural; foto: Rafael Galbieri)

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*