Performancing Metrics

Entrevista: Claudio Marcelo Oliveira “decifra” o qPCR

 Claudio Marcelo Oliveira “decifra” o qPCR

A identificação precisa e ágil de espécies de fitonematoides continua a ser um dos ‘gargalos’ da Nematologia de Plantas em todo o mundo. Sendo passo essencial ao planejamento do manejo integrado das nematoses ocorrentes em uma dada lavoura, essa atividade tem sido alvo de constantes debates entre os fitonematologistas ao longo dos anos, contrapondo o uso ainda bem comum de métodos tradicionais – apoiados na análise morfológica/morfométrica dos exemplares e na experiência do técnico responsável pela identificação – e as avançadas técnicas biomoleculares, no geral bem mais rápidas e que prescindem da presença de taxonomistas treinados. Embora ambas as categorias tenham prós e contras e haja aspectos econômicos a serem considerados, hoje ninguém mais pode ignorar os riscos envolvidos na identificação específica de (por exemplo) nematoides de galhas baseada no exame de cortes perineais pela complexidade e subjetividade embutidas nessa difícil tarefa. Em vista disso, entrevistamos o colega Dr. Claudio Marcelo G. de Oliveira (Instituto Biológico/Campinas/SP) sobre uma das técnicas mais avançadas, eficientes e já disponível para uso surgida em anos recentes – o PCR quantitativo (qPCR) ou PCR em tempo real – para identificação de nematoides de plantas. Clique aqui e confira a sua entrevista!

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*