Performancing Metrics

Site da SBN: dados revelam perfis dos usuários

julago14

country14

Site da SBN: dados revelam perfis dos usuários

Buscando servir sempre bem aos seus usuários, o site da SBN (Sociedade Brasileira de Nematologia) utiliza-se de serviços de monitoramento dos acessos em tempo real, para conhecê-los mais. De tempos em tempos, parte dos muitos dados coligidos são publicados para que os visitantes em geral, principalmente os colegas nematologistas, tenham ideia do volume diário e procedência dos acessos. Neste post, todavia, valores adicionais foram incluídos para oferecer visão mais detalhada dos perfis dos usuários.

Número e origem dos acessos: nos meses de maio e junho, as médias de acessos diários foram de 96,6 e 77,6, respectivamente, e em julho e agosto da ordem de 70,5 e 87,7. Em junho, houve a Copa e ‘feriadões’ e julho foi mês de férias para estudantes e profissionais, além de incluir a Copa também. O exame dos gráficos evidencia que, no geral, os acessos caem de patamar acima de 90-120 de segundas a sextas, para 35-40 aos sábados e 50-60 nos domingos. Desconsiderados sábados, médias diárias superiores 100 seriam alcançadas em praticamente todo o período. Apenas em agosto/2014, quanto à origem/distribuição geográfica, a grande maioria dos acessos originou-se do próprio Brasil, seguindo-se Estados Unidos, Portugal, Argentina, França e outros 24 países. Houve usuários da Ásia, Europa, África e de quase todo continente americano.

Navegadores e dispositivos (agosto 2014): o Google Chrome (69%) continua destacado na liderança entre os navegadores utilizados, seguido do Firefox (14%) e Internet Explorer (10%), além dos demais. Entre os dispositivos, os computadores (desktops) se destacam de forma ampla como equipamentos de acesso, seguidos pelos mobiles e tablets. Entre os mobiles (celulares e assemelhados), o Apple iPhone lidera (15%), mas as diferenças entre modelos e marcas são pequenas. Quanto à velocidade de acesso inicial do site, medida em segundos, foi menor com o Internet Explorer, em relação ao Chrome e ao Firefox, sendo todos os tempos tidos como rápidos e bem aceitáveis.

Provedores de acesso (agosto 2014): identificaram-se provedores de acesso ao site nacionais e estrangeiros entre os mais comumente utilizados pelos visitantes, incluindo empresas privadas de prestação de serviços em comunicações, empresas públicas ligadas à pesquisa agropecuária e ao agronegócio e instituições oficiais de ensino superior, especialmente universidades.

Páginas mais visitadas (agosto 2014): em relação às 10 páginas mais vistas em agosto, o quadro pouco variou frente aos meses anteriores, com natural liderança da homepage, seguida das mini-aulas, do serviço ‘clique e aprenda‘, das URLs de informes básicos sobre nematoides (o que são?) e, excepcionalmente, daquela pertinente à nova revista da SBN, Nematoda, que se acha em fase de lançamento oficial. Se esta foi uma boa notícia, continua preocupando o alto índice de demanda pelas mini-aulas, revelador de situação de fragilidade no ensino da especialidade já bem conhecida. Certos posts, tratando de Pratylenchus brachyurus, Tubixaba tuxaua e algumas outras espécies de fitonematoides, mesmo publicados há mais de um ou dois anos, continuam a ser muito consultados, mês após mês.

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*