Performancing Metrics

O biocontrole da vespa-da-madeira com nematoide!

Durante a década de 1990, um novo e  sério problema ao cultivo de Pinus no Sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul, foi dado a conhecer com a introdução do inseto-praga conhecido vulgarmente como “vespa-da-madeira”, o himenóptero Sirex noctilio. Árvores atacadas tinham o tronco tomado por larvas em crescimento, bedclassque causavam grandes galerias depreciando muito a qualidade da madeira e, com certa frequência, levando as plantas à morte. A ameaça representada pela praga foi tal que um fundo para financiamento de pesquisas relacionadas ao seu controle foi criado em seguida. Felizmente, a ação de pesquisadores da Embrapa/ Florestas (Colombo/PR), como os colegas Edson T. Iede e Susete R. C. Penteado, permitiu que, em poucos anos, se conseguisse reproduzir no Brasil um modelo bem sucedido de biocontrole da praga – originalmente desenvolvido na Austrália pelo Dr. Robin Bedding (foto na imagem acima) –  com um nematoide chamado Deladenus siricidicola. Para entender melhor o assunto, há uma miniaula disponível neste site que trata dele em detalhes.

Embora o problema tenha se atenuado com o esquema de manejo da praga que passou a ser aplicado nos povoamentos do RS, em anos mais secos tem sido ainda observada incidência mais severa da vespa-da-madeira, com perdas por vezes elevadas. Isso ocorreu, por exemplo, na região de Lagoa Vermelha em 2012 e, na ocasião, a Emater cuidou de alertar e relembrar os silvicultores a respeito do uso do biocontrole com o nematoide, o que poderá ser verificado no vídeo ilustrativo acima. Confira !

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*