Performancing Metrics

Fitonematoides em cana: uma eterna preocupação !

nemaincanacourse01

Desde a década de 1970, os fitonematoides causam danos e perdas significativas à cultura da cana de açúcar no Brasil, constituindo preocupação constante do ponto de vista sanitário aos produtores do setor sucroalcooleiro. Já na Primeira Reunião de Nematologia, em 1974, durante a qual se deu a fundação da SBN, houve apresentação de trabalhos ligados ao assunto e isso não parou mais, até hoje. Boas novidades no manejo de tais nematoides surgiram ao longo do tempo, decorrentes de pesquisas conduzidas nas diversas regiões canavieiras do País, mas, o problema ainda persiste e a busca por técnicas que produzam resultados sempre superiores na eficiência do controle tem sido uma constante.

Para alicerçar tais estudos, a correta identificação e a precisa quantificação das espécies de maior importância nas áreas infestadas nemaincanacourse02(no geral, Meloidogyne incognita, M. javanica, Pratylenchus brachyurus e P. zeae) representam fases básicas essenciais. Em vista disso, nos últimos 40 anos, os conglomerados de usinas então existentes sempre evidenciaram interesse em treinar profissionais nessas atividades, fossem seus laboratórios “nematológicos” ou “fitossanitários”. Nesse contexto, curso rápido de treinamento na identificação e quantificação de fitonematoides da cana de açúcar foi oferecido na ESALQ/Piracicaba, em dezembro de 2015, a três profissionais (biólogas) – Suelen M. Tornick, Dalvana F. Oliveira e Monica M. Hortense – da Usina Boa Vista (Quirinópolis/ GO), vistas nas fotos com os promotores do evento ligados à ESALQ, o docente Dr. Mario M. Inomoto, a técnica de nível superior Sonia Antedomênico e os pós-graduandos orientados do Dr. Mario, Victor e Silvia. Como os nematoides não descansam, também a Nematologia não pode parar!

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*