Performancing Metrics

FATO RELEVANTE: estão comprando nossas terras !

Matéria publicada na revista Scientific American de autoria de Mark Fischetti, durante 2015, dá conta da aquisição crescente de terras do Brasil e de vários outros paísessciam00 em desenvolvimento (Ucrânia, Índia, Nova Guiné, Romênia, Indonésia, Uruguai, Madagascar) por nações economicamente já desenvolvidas, como França, Dinamarca, Reino Unido, Suécia, Japão e, principalmente, Estados Unidos (ver ilustração). Por vezes, não se trata de compra, mas de arrendamento, com propósitos de produção de madeira, de alimentos e/ou de combustível, além da formação de sicam01reservas de água. Nesse contexto, também segundo estimativas contidas na reportagem, área adquirida em tais moldes já excede a 500 milhões de hectares, ou seja, pode ser maior que o equivalente aos estados da Bahia ou de Minas Gerais. É assunto atual e dos mais preocupantes, sem dúvida. No Brasil, nos anos 1970, o famigerado Projeto Jari, na região Norte, já tinha características de ação semelhante a essas ora desencadeadas. O caráter finito da produção de bens primários e da disponibilidade de água certamente estão por trás de tais ações silenciosas.

No Brasil, o artigo 190 da Constituição de 1988 trata de tal tema, mas as várias atualizações e adaptações ao seu texto – contidas no PL 2289/2007 – continuam sendo discutidas há anos e ele nunca chega à votação em plenário. É o nosso País envolvido, e de nossos filhos. Portanto, o fato é mesmo relevante e toda a atenção dada a ele não será pouca. (Colaboração: R. M. Souza)

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*