Performancing Metrics

Esclarecendo: a questão Rizoflora – Rizotec – Stoller

A questão Rizoflora – Rizotec – Stoller

Em tempo recente, temos observado consultas neste site a posts publicados há mais de três anos e que tratavam de aspectos ligados à Rizoflora Biotecnologia,  empresa incubada (= startup) da Universidade Federal de Viçosa (UFV), responsável pela produção do bionematicida Rizotec. Pelo menos duas mensagens enviadas por usuários do site a este administrador solicitavam maiores detalhes a respeito da situação atual dessa empresa e do referido produto biológico. Em vista disso, por oportuno, esclarecemos que, em junho de 2016, a empresa norte-americana Stoller adquiriu o controle acionário da Rizoflora, tornando-se sócia majoritária e passando, desde então, a manter o bionematicida Rizotec como um dos produtos de seu portfolio. O Rizotec, formulado à base de isolado do fungo Pochonia chlamydosporia e originalmente desenvolvido através de estudos conduzidos pelo Dr. Leandro Grassi de Freitas (docente/pesquisador/nematologista da UFV) e sua equipe (foto) no âmbito da Rizoflora, já está oficialmente regularizado e disponível para uso comercial no Brasil. 

A propósito da negociação firmada, o Dr. Leandro afirmou que “a parceria com uma multinacional americana com grande reconhecimento no mercado é um passo além, pois dá a oportunidade de que uma pesquisa feita na UFV seja utilizada pelos agricultores e ajude a toda população brasileira a consumir produtos mais saudáveis, ao lado de auxiliar a sociedade a construir uma mentalidade biológica sustentável”. Já o CEO da Stoller, Rodrigo de Oliveira, opinou na ocasião que “sabíamos que o resultado das pesquisas na UFV certamente seria um produto de altíssima tecnologia, que passou por todos os testes necessários antes de ser lançado no mercado, tendo a segurança de que  irá atender as expectativas do agricultor”.

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*