Performancing Metrics

Meloidogyne graminis: primeiro relato no Brasil.

Há poucas semanas, foi publicado artigo na prestigiosa revista open access PLOS one (clique aqui para acessar/salvar o PDF), de autoria de Samara A. Oliveira e colaboradores, dando conta do primeiro registro da espécie Meloidogyne graminis no Brasil. Trata-se de nematoide parasita comum de poáceas, encontrado principalmente nos Estados Unidos, mas também em vários outros países ao redor do mundo. Na América do Sul, havia relato de ocorrência na Venezuela, mas ainda não no Brasil. Sua presença é frequente em campos de golfe, causando sérios danos aos gramados de tais locais e prejudicando sobremaneira a prática desse esporte. No Brasil, foi encontrado justamente nessas condições.

O estudo, iniciado há cerca de oito anos, envolveu equipe luso-brasileira de pesquisadores, vinculados ao Instituto Biológico, UNESP/Botucatu e Universidade de Coimbra. A ocorrência da espécie deu-se no município de Araras, no interior do estado de São Paulo. A utilização da chamada taxonomia integrativa foi decisiva para a identificação segura como M. graminis, em especial as técnicas biomoleculares, haja vista a real possibilidade de confusão com espécies afins dentro do gênero, encontradas também em campos de golfe. Destaque-se, em termos de sintomatologia, que áreas com o gramado mal crescido e superfície irregular (= reboleiras) podem ser reconhecidas sem maiores dificuldades, mas a espécie induz o aparecimento de galhas radiculares tão pequenas que dificilmente podem ser vistas a olho nu.

No artigo, são discutidas, ainda, ações que se fazem necessárias para: i) evitar possíveis novas introduções de nematoides exóticos mediante importação das chamadas turfgrasses, destinadas à implantação de campos de golfe no Brasil; e ii) restringir a dispersão do nematoide no interior paulista e prevenir sua disseminação a outras regiões brasileiras. Mais uma dor de cabeça causada pelos nematoides! Leia o trabalho e se informe mais a respeito!

Você pode receber todas as mensagens assinando nosso RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta, ou voltar para a página principal.
Deixar uma resposta

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*