Performancing Metrics

Arquivos para a categoria »É nóis na tela «

34º CBN: se você participou, vai estar nestes vídeos !

Após termos acesso às muitas imagens registradas pela fotógrafa oficial do 34º CBNematologia/Vitória-ES, sumariamos as atividades lá ocorridas de 3 a 7 de julho em três vídeos. Num primeiro, está o resumo do que aconteceu nos dois primeiros dias (3 e 4), como abertura, coquetel, mesas redondas iniciais, sessão I de pôsteres, salas temáticas etc. Em outro, o Jantar de Confraternização e as Premiações aos estudantes. Por fim, o terceiro inclui tomadas feitas nas atividades gerais dos dias 5 e 6, além da viagem técnica ocorrida no dia 7. Se você esteve lá, vai se ver, com certeza. Se não pode ir a Vitória, aproveite para conferir, neste rescaldo final, tudo que rolou!



Vídeo da Embrapa/Soja: o agente causal da Soja Louca II

Por ocasião do 32º CBN, realizado em junho de 2015 em Londrina (PR), os colegas Drs. Luciany Favoreto (Epamig) e Maurício C. Meyer (Embrapa/Soja; na foto) tiveram oportunidade de anunciar a identificação de fitonematoide do gênero Aphelenchoides como agente causal do mal referido como Soja Louca II. Pouco depois, em setembro de 2015, o MAPA reconheceu a doença SLII como nova ameaça à sojicultura nacional, tendo Aphelenchoides como seu organismo causador. No caminho percorrido até a associação do nematoide com o mal,  muitos ensaios – laboratoriais, de casa de vegetação e no campo – foram conduzidos subsequentemente durante mais de uma década, que possibilitaram: i) adequada caracterização dos sintomas ocorrentes nas cultivares afetadas; ii) descarte de várias outras possíveis causas para a doença; iii) melhorias nos métodos utilizados visando, especificamente, à extração do nematoide das plantas atacadas. 

Essa trajetória de pesquisas foi sumariada e está bem apresentada pelo Dr. Meyer em vídeo produzido e divulgado pela Embrapa-Soja, na verdade uma aula ricamente ilustrada sobre o assunto, que prazerosamente compartilhamos com a comunidade nematológica através do site da SBN. Assista e aprenda!

Também na Nematologia, de pequenino se torce o pepino!

Bem conhecido o dito popular: de pequenino se torce o pepino. Tal máxima se relaciona com a tentativa das pessoas mais experientes de direcionar, cada vez mais cedo, os interesses de jovens recursos humanos a uma determinada área, seja musical, esportiva, religiosa ou mesmo científica. Em se tratando da Nematologia, apoiamos 100% essa influência altamente positiva! Afinal, há algo mais cativante do que um simples garotinho já acostumado a reconhecer um fitonematoide ao “mitoscópio”? Assista o pequeno Lucas, bem à vontade, dando seus pitacos nematológicos neste vídeo e diga se a tia Lilian (Guimarães) – colega de SBN, professora de Fitopatologia/ Nematologia da UFRPE – não está fazendo ótimo serviço? Nada melhor que investir na formação de kids nematológicos, o futuro da especialidade, pois, a sabedoria popular não costuma falhar: é de pequenino que se torce o pepino !