Performancing Metrics

Tag-Archive for » C. elegans «

Uma perda muito sentida por todos: John Sulston

No último dia 06 de março, morreu John Sulston (1942-2018), líder da contribuição britânica ao projeto internacional de sequenciamento do genoma humano. Sulston levou a sério a indiferença – vinda de seus pais – em relação à riqueza material e, graças ao seu desejo de trabalhar pelo bem comum, persuadiu financiadores e colegas pesquisadores a disponibilizar, gratuitamente, a sequência completa do genoma humano à comunidade científica mundial. Mas, para chegar ao genoma humano, John Sulston começou os estudos com um nematoide. Tanto que, em 2002, dividiu o Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina pela contribuição ao entendimento de como os genes controlam o destino das células no desenvolvimento de Caenorhabditis elegans.

Cursou Ciências Naturais na Universidade de Cambridge, no Reino Unido, onde também se doutorou. O pós-doutorado foi na Califórnia, EUA, onde conheceu Francis Crick, codescobridor da dupla hélice do DNA. Crick o recomendou para uma vaga em Cambridge no Laboratório de Biologia Molecular, quando de retorno ao Reino Unido. Em 1969, Sulston se juntou a um pequeno grupo liderado pelo geneticista Sydney Brenner. À procura de organismo modelo que permitisse explorar as interações de genes, desenvolvimento e comportamento, Brenner escolheu C. elegans, com apenas 959 células quando adulto, mas tem intestino, sistema nervoso, gônadas e um repertório de comportamentos para se mover, se alimentar e se reproduzir. Esses estudos fizeram com que, mais tarde, em 2002, dividisse, com outros colegas, mais um Prêmio Nobel pelas pesquisas sobre a regulação genética do desenvolvimento de órgãos e morte celular programada.

As pesquisas de Sulston em genômica já vinham sendo levadas avante desde 1983 e, como ferrenho defensor do sistema de publicação de artigos com os dados abertos (open-access), em outubro de 2004, participou da publicação na revista Nature, disponível a toda comunidade científica, da sequência do genoma humano, com 99,99% de precisão. Depois disso, dedicou-se a escrever e falar em apoio ao sistema de publicações open-access e, mais amplamente, sobre a relação entre ciência e sociedade. Empolgado e articulado, conquistou o público com sua humildade e paixão pela ciência. Seu obituário está publicado na Nature 555: 588 (2018). [JMCC]

C. elegans: utilização intensiva em pesquisas médicas

Artigo publicado no prestigiado periódico PlosOne (clique na imagem acima para ver o PDF), no final de 2016, trouxe o nematoide Caenorhabditis elegans novamente a posição destacada no cenário das pesquisas das áreas médica e farmacêutica. Por apresentar similaridade fisiológica em relação a importantes características dos mamíferos, como na morfologia de nervos e neurotransmissores, C. elegans há algumas décadas tem servido de organismo modelo em estudos sobre doenças que afetam o sistema nervoso humano, havendo expectativa de que se adeque também às pesquisas recentes que objetivam melhor compreensão das bases molecular e celular de certos desequilíbrios neurológicos.

Resultado de imagem para caenorhabditis elegans

O conjunto de trabalhos já publicados nessa linha, sempre envolvendo o emprego dessa espécie de nematoide (foto acima) como modelo biológico, tem alimentado a esperança de que tratamentos mais eficazes possam ser definidos em futuro próximo visando à melhoria da qualidade de vida de doentes do Mal de Parkinson, de epilépticos e de pacientes de moléstias congêneres. São os nematoides – sempre os nematoides – presentes nas mais diferentes áreas do conhecimento científico, ora como organismos benéficos/úteis, ora como formas capazes de causar perdas vultosas a segmentos sociais relevantes, como o Agronegócio. Criaturas incríveis, bizarras a uns, indesejáveis a outros, cativantes a muitos… 

Drops nematológicos: vantagens a sócios SBN / WormAtlas

Resultado de imagem para sociedade brasileira de fitopatologia Resultado de imagem para sociedade brasileira de nematologia Resultado de imagem para associação paulista de fitopatologia

O Presidente Ricardo M. Souza está lembrando que as parcerias SBN-Sociedade Brasileira de Fitopatologia e SBN-Associação Paulista de Fitopatologia (antes, Grupo Paulista de Fitopatologia) dão direito aos sócios quites da SBN (com 2017 pago, inclusive) a se inscreverem, pagando o valor de sócio-quite, nos congressos dessas duas sociedades coirmãs, a saber, o Congresso Brasileiro de Fitopatologia de 2017 (http://www.cbfito.com.br/), em Uberlândia/MG, e o Congresso Paulista de Fitopatologia, a ocorrer em 2018. Por certo, as parcerias são de mão-dupla, ou seja, sócios quites da SBF e APF pagarão o mesmo valor de inscrição dos nossos sócios quites nos congressos da SBN.

Vale lembrar, inclusive, que o Presidente da APF, Dr. Edson L. Furtado (UNESP-Botucatu), participou e foi palestrante no recente 34º CBN-Vitória, quando destacou os laços de amizade entre as duas associações. É saber se programar e aproveitar essas vantagens !


Um site – o WORMATLAS – reúne inúmeras informações técnicas e imagens (em especial, micrografias) a respeito da anatomorfologia de nematoides, principalmente da espécie Caenorhabditis elegans. O site é bastante rico em recursos, tanto impressos (manuais e outras publicações acessíveis via links) como ilustrados (imagens), além de disponibilizar referências bibliográficas, fóruns de discussão e outros instrumentos interativos com os usuários. Sabe-se que C. elegans é tida como modelo para estudos comportamentais dentro do filo dos nematoides e tanto as suas formas adultas – macho e hermafrodita – e os dauer juvenis representam fascinante material de pesquisa em todo o mundo, ao ponto de uma página na Internet rica em subsídios como essa – WormAtlas – ter sido criada. Visite e confira !