Performancing Metrics

Tag-Archive for » Cristiano Bellé «

35º CBN: fim de cobertura – o último dia !

35º CBN – O último dia !

Para quem não pode participar, vai abaixo o vídeo incluindo fotos e breves filmagens do que se passou no dia 28 de junho em Bento Gonçalves durante o 35º CBNematologia. Ainda houve palestras nematológicas, uma fala especial sobre o tema “Empreendedorismo”, o encerramento oficial e jantar de confraternização com show ao vivo durante o qual foram divulgados os ganhadores dos prêmios Dimitry Tihohod e Anário Jaehn e entregue o Prêmio Wilson Novaretti de Fotografia versão 2018. 

A boa novidade foi o anúncio de que o evento maior da SBN em 2019 deverá acontecer em Caldas Novas, no Centro-Oeste brasileiro. Por ora, é momento de aproveitarmos ainda as imagens e sensações do 35º CBN, que Jerônimo V. Araújo, Cesar Bauer Gomes, Cristiano Bellé e equipe tão cuidadosamente organizaram. Obrigado pela segunda vez, Rio Grande do Sul !

E Cristiano Bellé é o novo Doutor “nematológico”

Com satisfação, acrescemos à lista de novos titulados em Proteção de Plantas/Nematologia do País, o colega Cristiano Bellé, radicado no Rio Grande do Sul e dedicado membro da Comissão Organizadora do 35º CBN, a se realizar em Bento Gonçalves. Orientado do Dr. Cesar Bauer Gomes (Embrapa-Clima Temperado), Cristiano defendeu com sucesso a tese “Diversidade, agressividade e patogenicidade de Meloidogyne spp. em cana-de-açúcar e prospecção da resistência genética em genótipos adaptados ao sul do Brasil” diante de banca examinadora constituída pelos Drs. Danielle Ribeiro de Barros, Jerônimo Vieira de Araújo Filho, Stela Maris Kulczynski e Andréa Chaves Fiuza Porto, esta última via Internet direto do estado de Pernambuco, todos vistos na foto ilustrativa acima.

Cumprimentamos o novo Doutor e seus familiares, o seu orientador e as instituições envolvidas no êxito dessa parceria. Os resultados do estudo desenvolvido certamente virão enriquecer o conhecimento já formado na área das nematoses da cana de açúcar no Brasil, em particular no tocante às sempre importantes Meloidoginoses e, em função disso, espera-se rápida disponibilização deles aos muitos interessados na forma de PDF. E segue a boa temporada de defesas!