Performancing Metrics

Tag-Archive for » doutorado nematológico «

Patrícia M. Marini: novo doutorado “nematológico”!

No último dia 02 de maio, na Faculdade de Ciências Agronômicas da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus  de Botucatu, Patrícia Meirieli Marini defendeu tese de doutorado intitulada “ESTUDO DA INTERAÇÃO ENTRE AVEIA BRANCA E Meloidogyne incognita: PATOGENICIDADE E EXPRESSÃO GÊNICA DIFERENCIAL”, desenvolvida sob orientação da Drª. Silvia Renata Siciliano Wilcken (UNESP/Botucatu) e co-orientação da Drª. Andressa Cristina Z. Machado e colaboração do Dr. Juarez Pires Thomaz (ambos do IAPAR/Londrina), na qual estudou a relação entre cultivares de aveia branca, contrastantes na sua reação de hospedeiro a M. incognita, sob densidades iniciais crescentes de inóculo e, posteriormente, por meio da sua regulação gênica.

Compuseram a banca examinadora, com a Co-orientadora Drª. Andressa, os Drs. Klever Marcio Antunes Arruda (IAPAR), Neucimara Rodrigues Ribeiro (GDM Seeds), Renati Krause e Adriana Zanin Kronka (ambas da UNESP/Botucatu), vistos na foto acima ladeando a doutoranda.

Em sua apresentação, Patrícia destacou que “esse projeto nasceu de um teste de fenotipagem de genótipos”. A partir de então, desenvolveu seu projeto de mestrado e, agora, concluiu o doutorado, avançando e buscando novas informações que contribuam ao entendimento da relação compatível/incompatível dessa importante espécie de nematoide com as cultivares de aveia utilizadas.

Nossos parabéns à recém-doutora Patrícia e aos pesquisadores que a supervisionaram na condução do estudo desenvolvido (vistos na fotomontagem acima), pelo importante suporte oferecido, tão necessário nessa etapa da formação profissional dos nossos kids. Esperamos que os resultados da tese possam estar disponíveis em breve a toda a comunidade dos nematologistas. [SAS]

O esperado doutorado de Rafael Galbieri !

Em meio a uma sucessão de defesas de trabalhos acadêmicos com temas nematológicos por todo o País, eis que vem do Mato Grosso a boa notícia de que o já experiente colega Rafael Galbieri finalmente obteve o grau de Doutor. A defesa aconteceu no dia 23 de fevereiro p.p. na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá. A tese foi desenvolvida sob a orientação da Dra. Leimi Kobayasti e intitulou-se “Efeito do tamanho do sistema radicular do algodoeiro na tolerância a Rotylenchulus reniformis e Meloidogyne incognita raça 3″. Além da orientadora, compuseram a banca examinadora os Drs. Edivaldo Cia, Valéria de Oliveira Faleiro, Giovani de Oliveira Arieira, Luiz Gonzaga Chitarra e Virginia Helena de Azevedo, vistos (esquerda-direita) ladeando o candidato na foto acima.

Com diversas publicações já lançadas, inclusive organização de livro-texto, Rafael tem realizado atividade intensa principalmente na área das nematoses do algodoeiro, vindo a recém-alcançada titulação coroar a trajetória já cumprida até aqui como dedicado profissional da Nematologia de Plantas. Cumprimentamos a todos os envolvidos nessa conquista e ficamos na expectativa de que ela possa servir de estímulo adicional à continuidade dos estudos relevantes que o Rafael vem conduzindo na região Centro-Oeste. E que os resultados da pesquisa sejam logo divulgados tanto na forma de artigos científicos em revistas como através da disponibilização do PDF da tese. 

UENF: o doutorado de Alexandre Macedo Almeida

Deu-se, recentemente, na UENF/RJ, a defesa de tese de Alexandre Macedo Almeida, orientado do Prof. Dr. Ricardo Moreira Souza. Com os diplomas de biólogo, engenheiro-agrônomo e título de Mestre obtido na própria Instituição – onde atua também como Técnico de Nível Superior – Alexandre desenvolveu a pesquisa “Nematoides associados à cisterna de bromélias no ecossistema de restinga: análise de fatores que afetam a estrutura das comunidades” como trabalho acadêmico para fins de doutoramento, sendo bem sucedido e aprovado em sua apresentação diante de banca examinadora composta pelos Drs. Claudia Dolinski (UENF), Vicente M. Gomes (Instituto Federal Fluminense) e Vicente Mussi-Dias (UENF e Isecensa), além do orientador (este, não figurando na foto abaixo).

Como usual, parabenizamos ao novo Doutor, ao seu orientador e à Instituição UENF pelo sucesso alcançado na parceria constituída, da qual resultou mais uma oportuna e relevante contribuição ao conhecimento das comunidades de nematoides, neste caso ocorrentes em ambientes de vida livre pouco investigados até o momento. Também, fica a expectativa de rápida disponibilização do trabalho em versão PDF para inserção no Banco de Teses do site da SBN, colocando-se assim ao alcance da comunidade nematológica do País. Nematologia que não para …