Performancing Metrics

Tag-Archive for » minicurso nematológico «

Aconteceu o minicurso Manejo de Nematoides na UFMT

Com organização e promoção apoiadas pelo NESA, a Universidade Federal de Mato Grosso, em sua unidade de Cuiabá, levou a efeito no último dia 2 de dezembro minicurso temático voltado ao Manejo de Fitonematoides, ministrado pelo Dr. Giovani Arieira, docente e pesquisador da Instituição. Tal evento já havia tido uma primeira edição há pouco tempo e esta segunda versão objetivou possibilitar participação aos que não puderam estar presentes na primeira (foto acima). O assunto tratado é de notória atualidade – o controle dos nematoides daninhos à soja e a outras culturas de interesse do Brasil Central – e foi bem escolhido para apresentação neste momento. 

Representou, diga-se, o debut profissional do Prof. Giovani (foto), contratado recentemente pela UFMT/Cuiabá, que se saiu muito bem, recebendo elogios de participantes e organizadores. Trata-se de novo recurso humano a integrar o grupo de colegas que, há anos, vem atuando com dedicação e eficiência na difusão do conhecimento nematológico não apenas em Mato Grosso, mas no âmbito de toda a região Centro-Oeste. Num tempo em que se tem notícia de vários profissionais mal (ou não) preparados a tentar realizar essa tarefa, realizando diagnósticos sobre nematoses e elaborando estratégias de manejo de nematoides sem dispor de suficiente sustentação técnica para isso, é alentador saber que mais um “apóstolo” qualificado se lança a campo para ajudar nessa difícil messe. Muito bom, pois avançar sempre é preciso. Bem-vindo ao time, Giovani!  

IB sediou minicurso sobre nematoides em cafeeiros !

Realizou-se nos dias 9 e 10 de outubro, no Centro Experimental do Instituto Biológico (CEIB) em Campinas (SP) evento intitulado “Importância e controle dos nematoides e doenças do cafeeiro no Brasil”. Na forma de minicurso, com várias palestras e breves atividades práticas ilustrativas, o encontro técnico recebeu público que lotou o auditório em que se deu o evento (ver fotos) formado por cafeicultores, viveiristas, técnicos de empresas privadas e públicas, inclusive de laboratórios de análises nematológicas, consultores autônomos, estudantes de graduação e pós-graduação, pós-doutores e outros profissionais interessados no assunto. Pesquisadores atuantes no tema “Nematoides x cafeeiros”, de estados vizinhos, como os Drs. Gustavo Sera (IAPAR) e Willian C. Terra/Sonia M. L. Salgado (EPAMIG, vistos numa das fotos), entre outros, também prestigiaram o evento.

A organização central esteve a cargo do Dr. Claudio Marcelo G. de Oliveira (IB/Nematologia), que contou com a colaboração de vários funcionários da instituição e de pesquisadores atuantes em Campinas, como Juliana M. O. Rosa, Vinícius T. Andrade e Barbhara J. R. Fatobene (foto ao lado). Foram palestrantes os Drs. Luiz Carlos C. B. Ferraz, Mario M. Inomoto, Oliveiro Guerreiro Filho e o próprio Claudio M. G. Oliveira, que cuidaram dos mais diversos aspectos ligados às nematoses causadas por nematoides de galhas e nematoides das lesões em cafeeiros no País, além dos Drs. Lucas M. R. Rodrigues e Flavia R. A. Patrício, que discorreram sobre outros patógenos/doenças de interesse à cafeicultura. Parabéns ao CEIB-Campinas pela feliz iniciativa.

ESALQ – controle de nemas em soja: minicurso rolando !

Iniciou-se hoje, 4 de julho, e prosseguirá amanhã durante todo o dia, minicurso sobre o tema “Controle de nematoides em soja”, evento que está sendo realizado na ESALQ/USP/Piracicaba e reúne cerca de 30 participantes, incluindo-se pós-graduandos e profissionais oriundos de diferentes regiões do País. Contando com os Drs. Mario M. Inomoto (ESALQ/Fitopatologia e Nematologia), Rosângela A. da Silva (Fundação MT) e José A. Donizeti Carlos (Sementes Piraí) como palestrantes (foto), o encontro visa à cobertura e discussão dos mais variados e atuais aspectos ligados ao manejo integrado de fitonematoides tidos como prejudiciais à sojicultura nas diversas áreas de produção nacionais. A todos os envolvidos, promotores e público, a nossa expectativa de que o minicurso atinja seus plenos objetivos. A Nematologia não pode parar e acelera cada vez mais !