Performancing Metrics

Tag-Archive for » Rafael Galbieri «

O esperado doutorado de Rafael Galbieri !

Em meio a uma sucessão de defesas de trabalhos acadêmicos com temas nematológicos por todo o País, eis que vem do Mato Grosso a boa notícia de que o já experiente colega Rafael Galbieri finalmente obteve o grau de Doutor. A defesa aconteceu no dia 23 de fevereiro p.p. na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), em Cuiabá. A tese foi desenvolvida sob a orientação da Dra. Leimi Kobayasti e intitulou-se “Efeito do tamanho do sistema radicular do algodoeiro na tolerância a Rotylenchulus reniformis e Meloidogyne incognita raça 3″. Além da orientadora, compuseram a banca examinadora os Drs. Edivaldo Cia, Valéria de Oliveira Faleiro, Giovani de Oliveira Arieira, Luiz Gonzaga Chitarra e Virginia Helena de Azevedo, vistos (esquerda-direita) ladeando o candidato na foto acima.

Com diversas publicações já lançadas, inclusive organização de livro-texto, Rafael tem realizado atividade intensa principalmente na área das nematoses do algodoeiro, vindo a recém-alcançada titulação coroar a trajetória já cumprida até aqui como dedicado profissional da Nematologia de Plantas. Cumprimentamos a todos os envolvidos nessa conquista e ficamos na expectativa de que ela possa servir de estímulo adicional à continuidade dos estudos relevantes que o Rafael vem conduzindo na região Centro-Oeste. E que os resultados da pesquisa sejam logo divulgados tanto na forma de artigos científicos em revistas como através da disponibilização do PDF da tese. 

Mais um livro gratuito: ‘Fitonematoides do Algodoeiro’ !

Após o lançamento do e-book “Nematologia de Plantas: fundamentos e importância”, de Ferraz e Brown, durante o recente 33º CBN – Petrolina (PE), eis que outra novidade muito boa – mais um livro em português – fica ao dispor dos adeptos da Nematologia. O Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) disponibilizou há poucos dias publicação técnica classificada como Boletim de P & D intitulada “Nematoides fitoparasitas do algodoeiro nos cerrados brasileiros: biologia e medidas de controle”, organizada em capítulos sequenciais elaborados por vários nematologistas e fitotecnistas, do Brasil e do Exterior. Na verdade, trata-se de um livro-texto, ilustrado, com mais de 300 páginas, apresentado nas formas impressa e digital. Nas fotos anexas, confira a capa e ilustração contida na obra. Como editores técnicos dessa oportuna contribuição figuram os pesquisadores Rafael Galbieri (colega de SBN) e Jean Louis Belot, do IMAmt, aos quais cumprimentamos por essa ótima iniciativa. Resta agora que nossos estudantes, docentes, profissionais e demais pessoas com interesse na especialidade nematológica saibam tirar o devido proveito de mais essa obra preparada em português, destinada a se tornar referência no tema ‘fitonematoides do algodoeiro’. Para facilitar, prazerosamente incluímos link direto ao PDF (15 Mb) desse novo livro aqui na homepage do site da SBN, na coluna ao lado, no item Livros grátis. Por ora, o download (pode demorar um tempinho para carregar) também é possível clicando-se aqui !

Cresce importância dos nematoides em algodão no MT !

Nematoide de galha em planta do algodão  (Foto: Rafael Galbieri/IMAmt)Uma recente pesquisa do Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) revela que a incidência de nematoides na cultura do algodão tem aumentado ao longo das safras. Se há 11 anos chegava a 5% de plantas com galhas nas lavouras, agora passou para 23%, associado ainda com outras doenças. De acordo com a entidade, a maior concentração de áreas seriamente atacadas está ocorrendo nas regiões Centro Leste e Centro do Estado.

Os dados do trabalho conduzido pelo fitopatologista Rafael Galbieri, do IMAmt, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Associação dos Produtores de Sementes de Mato Grosso (Aprosmat), com apoio financeiro do Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), serão apresentados no próximo sábado (21) em Campo Verde, durante Dia de Campo na Fazenda Dourada. O levantamento demonstra também que há grande relação entre a incidência de nematoides e a textura de solo. “Em texturas mais leves, os problemas com os parasitas são consideravelmente superiores”, afirma Galbieri. Para o pesquisador, medidas integradas de manejo de nematoide, que levem em consideração características físicas e químicas de solo, são necessárias e recomendadas para combater, ou pelo menos, conter o problema em Mato Grosso.

Durante o Dia de Campo os pesquisadores e produtores rurais vão discutir a incidência do problema nas lavouras, além de mais…