Performancing Metrics

Tag-Archive for » UFRPE «

VAGAS PARA DOCENTE/FITOPATOLOGIA NA UFRPE!

O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FITOPATOLOGIA da UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO informa que o EDITAL ESPECÍFICO 09/2017, lançado para realização de Concurso Público para Professor do Magistério Superior na Área de Fitopatologia/Fitovirologia, sofreu retificação para incluir uma vaga para Área de Fitopatologia/Patologia Pós-Colheita.

Resultado de imagem para programa pós graduação fitopatologia UFRPE Resultado de imagem para programa pós graduação fitopatologia UFRPE

É a segunda vez que o concurso para vaga de FITOPATOLOGIA/ PATOLOGIA PÓS-COLHEITA será realizado. No primeiro, ocorrido em 11 de dezembro de 2017 e regido pelo Edital06/2017, nenhum candidato foi aprovado. Para concorrer à vaga, o candidato deverá possuir Graduação em Agronomia ou Engenharia Agronômica ou Bacharelado em Ciências Biológicas, com Doutorado em Fitopatologia ou Fitossanidade/Proteção de Plantas ou Microbiologia Agrícola, COM TESE EM PATOLOGIA PÓS-COLHEITA.

Para concorrer à vaga em FITOPATOLOGIA/ FITOVIROLOGIA, o candidato deverá possuir Graduação em Agronomia ouEngenharia Agronômica ou Bacharelado em Ciências Biológicas, com Doutorado em Fitopatologia ou Fitossanidade ou Microbiologia Agrícola ou Proteção de Plantas, COM TESE EM FITOVIROLOGIA.

Resultado de imagem para programa pós graduação fitopatologia UFRPE

As INSCRIÇÕES já estão abertas e se encerrarão às 18h do dia 15 de janeiro de 2018 (horário local de Recife). Os candidatos interessados deverão inscrever-se, exclusivamente, via internet, no site WWW.CONCURSO.UFRPE.BRO EDITAL GERAL DE CONCURSOS DA UFRPE, o EDITAL ESPECÍFICO 09/2017 RETIFICADO e outras informações estão disponíveis no site WWW.CONCURSO.UFRPE.BR. Não é Nematologia, mas duas oportunidades muito boas a colegas com formação fitopatológica que estejam buscando vínculo profissional em instituição de reconhecido conceito na área.

Seleção para PG: inscrições abertas na UEL, UEM e UFRPE !

Profissionais recém-graduados ou já com mestrado que tenham interesse em cursar Pós-Graduação visando ao aperfeiçoamento em Fitotecnia/ Fitossanidade e ao desenvolvimento de trabalho acadêmico com tema ligado à Nematologia de Plantas devem tomar conhecimento dos processos seletivos ora abertos em duas tradicionais instituições de ensino superior do Paraná – a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Estadual de Maringá (UEM) – e uma de Pernambuco (Universidade Federal Rural de Pernambuco /UFRPE). Os cursos estão disponíveis aos níveis de Mestrado e de Doutorado nos Programas de Pós-Graduação em Agronomia e em Fitopatologia dessas instituições. As Dras. Débora C. Santiago, Claudia R. Dias-Arieira, Elvira M. Régis Pedrosa e Lilian M. Paes Guimarães estão credenciadas a atuar como orientadoras na especialidade nematológica no âmbito de tais cursos. Clicando na imagem ao lado, para ampliá-la, será possível se obter informes sobre o prazo e procedimentos para as inscrições no processo seletivo da UEL. Para ter detalhes sobre as inscrições na UEM, que já estão abertas, clique aqui ! As inscrições ao PG em Fitopatologia da UFRPE só se iniciarão em outubro, mas o edital do processo seletivo já está disponível no site do curso!

    Resultado de imagem para pós graduação fitopatologia UFRPE

I Curso de Redação Científica: avaliar e colher frutos

Conclui-se em Recife (PE), neste 4 de maio, o I Curso de Redação Científica, realizado nas dependências da UFRPE, em promoção da Instituição através de seu Programa de Pós-Graduação em Fitopatologia e da Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN). Vale ressaltar o apoio oferecido à SBN na iniciativa e a grande colaboração na organização do evento dada por membros do citado Programa, tendo sido essencial nesse aspecto a participação da colega Dra. Lilian Guimarães. Outros, como os Drs. Sami Michereff (ao centro, na foto abaixo) e Sandra Maranhão, também contribuíram e participaram inclusive do curso, ficando consignados – a todos – os agradecimentos da Diretoria Executiva da SBN, através de seu Presidente, Ricardo M. Souza.

Uma breve avaliação sobre o evento, apoiada em posts anteriores aqui publicados, permite constatar: i) a grande demanda existente em relação a tal tipo de iniciativa, corroborada pelo preenchimento total das 80 vagas disponibilizadas bem antes do prazo final para as inscrições; ii) as notórias carências de muitos de nossos pós-graduandos e profissionais (docentes/pesquisadores) no domínio das boas normas de redação científica visando ao emprego em trabalhos acadêmicos e artigos submetidos à publicação nos periódicos de alto impacto; iii) a adequação do “Método Lógico para a Redação Científica” utilizado pelo ministrante (Prof. Dr. Gilson Volpato, à esquerda na fotomontagem acima) na abordagem do tema e desenvolvimento do curso, com equilibrada associação entre preleções teóricas e atividades práticas, sendo que, nestas, os participantes utilizavam textos/manuscritos próprios para imediata aplicação dos subsídios ministrados [neste particular, clique na foto abaixo para assistir vídeo contendo depoimentos de quatro participantes a respeito do curso]; e iv) a evidente pertinência da promoção de novos eventos congêneres no País, não apenas pela SBN (que até já cogita patrocinar, pelo menos, uma segunda edição para o corrente ano) como por associações científicas coirmãs e entidades afins.