Performancing Metrics

Tag-Archive for » video nematológico «

Fungos parasitando nematoides: a Mãe Natureza em ação

Entre os agentes naturais de biocontrole de nematoides incluem-se diversos grupos de fungos habitantes dos solos utilizados para fins agrícolas. Alguns deles têm como característica peculiar a capacidade de formar estruturas hifais especiais, que atuam como armadilhas destinadas à captura de nematoides em trânsito no solo.

Em certas espécies dos gêneros Arthrobotrys e Dactylaria, como A. dactyloides e D. brochopaga, células hifais (n=3) arranjam-se de modo a originar típicos aneis, os quais constringem com firmeza os corpos de nematoides quando estes, inadvertidamente, os atravessam, imobilizando-os de forma definitiva na maioria das vezes e levando-os à morte. É a Mãe Natureza em ação! Outros tipos de armadilhas formadas por fungos parasitas de nematoides podem ser bastões adesivos e aneis não constritores. No vídeo abaixo, você poderá se familiarizar bem com tal ocorrência natural e entender o mecanismo que explica o processo de captura. Se já havia ouvido e/ou lido a respeito, veja agora como tudo acontece, aprenda e não se esqueça mais. E procure saber mais sobre o uso potencial de tais fungos no manejo integrado de fitonematoides.

VÍDEO NOVO: a intimidade de Pelodera devassada.

Nematoides rabditídeos, como os do gênero Pelodera, possuem como hábito alimentar a bacteriofagia. Espécies como P. strongyloides são comuns em matéria orgânica em decomposição, onde proliferam e no geral passam despercebidas. Raramente, todavia, pode ocorrer de um estádio juvenil invadir tecido cutâneo de mamíferos – cães, porcos e até humanos – vindo a provocar dermatite. 

No vídeo abaixo, produção original do IWF alemão, da década de 1960 (!), alguns aspectos reprodutivos estão bem ilustrados, como a atração sexual e o acasalamento, podendo-se observar como certas estruturas das quais muito se ouve falar – como a bolsa de cópula e os espículos do macho – funcionam eficazmente. A docentes, técnicos e estudantes, para assistir, entender, aprender e não mais esquecer. Confira! Uma sequência dessa filmagem, com aspectos posteriores ao acasalamento (embriogênese e outros), está sendo montada e deverá ser apresentada oportunamente.

Assistir, aprender e não esquecer: Trichodorus em fumo !

Neste post, compartilhamos vídeo originalmente produzido pelo Dr. Urs Wyss, um craque em filmagens de nematoides, insetos e outros organismos de interesse científico. Vários de seus filmes, no geral co-produzidos com o IWF, foram realizados há muito tempo, no final dos anos 1960 e ao longo da década de 1970, o que ressalta ainda mais a qualidade de suas obras. O Dr. Wyss (foto) está com 78 anos e a sua carreira profissional ocorreu predominantemente no âmbito da Alemanha. No vídeo abaixo, editado e legendado por Luiz Carlos Ferraz, é ilustrado o parasitismo de Trichodorus similis sobre pelos radiculares de fumo, embora o nematoide possa também atacar raízes secundárias das plantas hospedeiras. É representativo do parasitismo exercido pelas espécies – ectoparasitas, migradoras – de Trichodorus e Paratrichodorus de modo geral. Oportunidade incomum de se testemunhar fitoparasitismo por esses nematoides.

Destacamos o fato de que os tricodorídeos possuem onquioestilete, ou seja, estilete bucal maciço, não canaliculado, sendo, pois, diferente nesse particular de todos os demais fitonematoides. Tal caráter levou a uma adaptação – a secreção de um “tubo de alimentação” – para poderem se fixar aos órgãos vegetais atacados e serem bem sucedidos no parasitismo. Acompanhe e confira em detalhes o processo, que se encontra também descrito no e-book “Nematologia de Plantas: fundamentos e importância” (Ferraz & Brown) às páginas 109-113. Aos docentes nematológicos, está aí o link para utilização/ exibição em aulas. Aos estudantes, para assistir, aprender e não esquecer!